Neverssl: o que é e por que você pode precisar dele

Você já tentou acessar um site seguro (HTTPS) em uma rede Wi-Fi pública e não conseguiu se conectar? Ou você já foi redirecionado para uma página de login ou pagamento que não funcionou corretamente? Se sim, você pode ter encontrado um problema comum chamado de portal cativo.

O que é um portal cativo?

Um portal cativo é uma página web que requer que o usuário faça alguma ação antes de acessar a internet, como aceitar termos de uso, inserir uma senha ou fazer um pagamento. Eles são comuns em hotéis, aeroportos, cafés e outros locais públicos que oferecem Wi-Fi gratuito ou pago.

O problema é que alguns portais cativos não funcionam bem com sites seguros, que usam o protocolo HTTPS para criptografar e autenticar as comunicações entre o navegador e o servidor. Isso ocorre porque o portal cativo tenta interceptar e redirecionar o tráfego HTTPS, o que viola o princípio de segurança e pode causar erros ou avisos no navegador.

Como o neverssl pode ajudar?

Uma maneira de contornar esse problema é acessar um site que nunca usa HTTPS, ou seja, que usa apenas HTTP, o protocolo não seguro. Dessa forma, o portal cativo pode capturar e redirecionar o tráfego HTTP sem causar conflitos com o navegador. Um exemplo de site que nunca usa HTTPS é o neverssl.

O neverssl é um site simples que foi criado para ajudar as pessoas a se conectarem em redes Wi-Fi com portais cativos. Ele nunca usa SSL (também conhecido como TLS), que é o protocolo que habilita o HTTPS. Ele também não usa recursos avançados como HSTS, HTTP/2.0 ou cookies, que podem interferir com o funcionamento dos portais cativos.

O neverssl funciona da seguinte forma: quando você tenta acessar um site seguro (como Facebook, Google, Amazon, etc.) em uma rede Wi-Fi com portal cativo, e nada acontece, você digita “neverssl” na barra de endereço do seu navegador, e você será capaz de fazer o login. Depois de fazer o login, você pode voltar a usar os sites seguros normalmente.

Quais são as limitações e riscos do neverssl?

O neverssl é uma ferramenta útil para se conectar em redes Wi-Fi com portais cativos, mas ele também tem algumas limitações e riscos que você deve estar ciente. Algumas delas são:

  • O neverssl não funciona em todos os portais cativos. Alguns portais cativos podem bloquear ou filtrar o tráfego HTTP, ou podem usar métodos alternativos para detectar e redirecionar os usuários, como DNS ou ICMP.
  • O neverssl não é seguro. Como ele usa apenas HTTP, ele não criptografa nem autentica as comunicações entre o navegador e o servidor. Isso significa que qualquer pessoa na mesma rede pode ver ou modificar os dados que você envia ou recebe, incluindo informações pessoais, senhas, cartões de crédito, etc. Portanto, você deve evitar usar o neverssl para acessar sites sensíveis ou confidenciais, e usar uma VPN ou outro método de proteção sempre que possível.
  • O neverssl não é atualizado. O neverssl foi criado em 2017 e não recebeu nenhuma atualização desde então. Isso significa que ele pode não estar de acordo com as melhores práticas ou padrões da web atuais, e pode não funcionar corretamente em alguns navegadores ou dispositivos. Além disso, ele pode não estar disponível ou acessível em alguns momentos ou regiões, devido a problemas técnicos ou restrições legais.

Conclusão

O neverssl é um site que nunca usa HTTPS e que pode ajudar as pessoas a se conectarem em redes Wi-Fi com portais cativos. Ele funciona redirecionando o tráfego HTTP para a página de login ou pagamento do portal cativo, sem causar erros ou avisos no navegador. No entanto, o neverssl também tem algumas limitações e riscos, como não funcionar em todos os portais cativos, não ser seguro, e não ser atualizado. Portanto, você deve usar o neverssl com cautela e apenas quando necessário, e preferir usar sites seguros e métodos de proteção sempre que possível.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *